InícioPortalGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 09 Jun 2010, 11:47 am

Prólogo

Belzebuul leva Ryu para Izlude para virar espadachim. E garoto recebe do velho um teste, que é voltar com a Yggdrasil sem usá-la, não importa o que aconteça. Será que Ryu vai conseguir?



Capitulo 5 – O primeiro passo do Espadachim – Parte 2




A guilda dos espadachins estava lotada, e o Espadachim mestre organizava a fila, Ryu engolia a seco, estava muito ansioso por aquele teste. Notou que alguns estavam nervosos e outros conversavam tentando disfarça o nervosismo.

-Ei Garoto, pode entra na sala- Disse o homem com chapéu cônico engraçado e uma lança na mão.

Quando Ryu entrou notou que era uma sala de aula, com vários alunos, uma instrutora loira na frente de um quadro negro e um soldado de lança no fundo da sala. Ele olhou para trás e reparou que havia outro menino de cabelo azul tão nervoso quanto ele, que lhe deu um sorriso. Ryu virou para frente e olhou pra Yggdrasil e para a poção. Quando a mulher instrutora pediu a atenção de todos e começou a explicar o que era um espadachim, códigos de moral e sobre o teste que eles iam realizar. O nome da instrutora era Mae.

Depois de um longo tempo, a Instrutora loira acenou com a cabeça para o guarda do fundo e respondeu com o mesmo sinal.

-Garotos! Agora vai ser o teste de vocês- falou Mae- Quero sejam cuidadoso, como disse o teste não é difícil, mas exige paciência e cordeenação motora, ok! Duvidas? – Ela hesitou em falar e olhou profundamente para todos os alunos e tornou a perguntar- Nenhuma duvida? Então senhores, vocês tem dividas comigo!Dêem o melhor de si.

E todos novamente fizeram fila, quando um garoto do nada falou com Ryu.

-Ola meu nome é Vinicius, tudo beleza com você?-Disse o garoto ansioso.

-É tudo... - Ryu estava mais concentrado na fila, do que no amigo- E o meu Lorde Ryu, mas pode me chamar de Ryu- De novo voltando seu olhar para frente.

-Sabe quero ser um grande cavaleiro, Muito forte mesmo. Mas dizem que este teste é difícil e. - O menino disparou a falar.

O jovem Ryu sabia que aquela atitude do menino era ansiedade, mas Ryu estava concentrado em procurar o rival que havia confrontado pouco tempo atrás, aquele garoto loiro grande e encrenqueiro, mas notou que ele não estava na frente da fila, então estava no fundo. Então olhou para o fundo e notou que os dois encrenqueiros estavam lá no fim da fila, rindo e tirando sarro dos meninos da frente.

O garoto fechou o semblante e fez cara de mal, sentia que alguma coisa ia acontecer

E a fila foi andando para frente até chegar ao Ryu, ele deu suspiro e olhou para o guarda que organizava a fila.

-Garoto, esta tudo bem! Esta pronto?- O guarda perguntou sua pergunta de rotina.

E ele acenou que sim com a cabeça

-Tudo bem, a Mae e outros instrutores já estão lá dentro! Só depende de você.

E pobre garoto nervoso adentrou naquele lugar que mais parecia uma grande salão, era pouco iluminado e úmido. Ele ficou analisando o local, mas lembrou que tinha tempo. Quando de repente, sentiu um esbarrão vindo das costas. Era o garoto loiro encrenqueiro que passou com um trem derrubando tudo que via pela frente, junto com seu amigo idiota.

-Sai da frente! Estou passando! – Gritou o menino empurrando tudo que via pela frente.

-Seu desgraçado- Respondeu Ryu, que começou a correr atrás dele.

Só parou de correr quando chegaram a um obstáculo que era um buraco fundo e uma ponte, na verdade uma tabua que ligava um lado ao outro, então ele pisou na ponte e começou a tentar se equilibrar naquela coisa. A tabua balançava muito devido aos outros garotos, o que balançavam muito. Ainda mais com o encrenqueiro loiro, que ia passando e todos que estavam na ponte tentavam se equilibrar para não cair. Nesta brincadeira maldosa do garoto loiro, Ryu notou que ele havia empurrado um garoto com força. Então ele olhou para garoto loiro, repulsivamente. Mas olhou para baixou e viu que o garoto estava inconsciente no chão, havia batido a cabeça com certeza e envolta dele havia vários chon-chon e fabre. Eram muito estavam se aglomerando em cima dele. Ele tinha que fazer pensou consigo mesmo, desembainhou a espada pulou de cima da ponte.

E começou a dar vários golpes de espada no bichos, eram muitos. Ryu sentiu que não ia dar conta era difícil de mais para ele. Sentindo que seu braços começaram a cansar, gritou para o menino desacordado, mas foi em vão, nenhuma reação.

Quando de repente surge um menino de cabelo azul, e começou a lutar junto com Ryu. Ryu sentiu que atacar em conjunto com o outro garoto foi mais fácil. Até que mataram o ultimo fabre. O garoto de cabelo azul passou a mão na teste.

-Ufa! Essa foi um pouco difícil, hein!- E olhou para o outro menino estendido no chão. - O que aconteceu com ele?

-Aquele encrenqueiro, desgraçado! Empurrou-o lá de cima, acho que ele bateu a cabeça!

Neste momento Ryu reparou que o garoto inconsciente era familiar, era Vinicius. Aquele falante que estava junto com ele na fila. O outro garoto não hesitou e pôs uma poção vermelha na boca do menino inconsciente.

-Não vai curar tudo, mas vai ajudar!

O aprendiz Vinicius começou a tossir e reclamou com a voz baixinha que sua cabeça doía, mas mais que a cabeça era seu ombro direito que doía, Ryu notou que havia uma hemorragia neste lugar. Ryu abriu os olhos e ficou atônito com a situação, mas outro garoto não pensou duas vezes, rasgou sua própria camisa e começou a enrolar envolta do ombro de Vinicius.

-Meu pai sempre fazia isso nos feridos! Isto estanca o sangue!

Terminando de enfaixar, ele deu um pequena puxada com força pra ver se estava firme e confortável. Ele também fez um torniquete envolta do braço do garoto ferido com a bainha da espada. Ryu notou que o garoto estava indefeso, por causa do ombro, o que impossibilitava de carregar a espada.

-Meu ombro tá doendo muito!Foi aquele grandão que me empurrou!-resmungou tentando culpar alguém.

-A queda foi feia, eu vi! Mas vai da tudo certo- Tentando reconfortar Vinicius- Eu vou com você até a saída, ok!

-Eu também!Alias, meu nome é Rockstar e seus? – Olhando para cima e depois para frente da gruta.

-Meu nome é Lorde Ryu- Acenando com a cabeça e fechando os olhos.

-E meu errr. É Vinicius... err!- Respondeu o garoto queixoso.

-Temos que ir em frente! O ferimento dele não foi leve! – Rockstar fez a seguinte observação.

Ryu a partir daquele momento começou a reparar no lugar. Era mais escuro e úmido que o salão acima. Sem dizer que aquele cheiro horrível de mofo e inseto. Na verdade era uma caverna com pequenos córregos. Mas o garoto notou uma coisa interessante uma luz, uma pequena fonte de luz.

-Vejam pode ser uma saída. Podemos sair daqui logo!- Observou Ryu, apontando para o local.

Eles foram caminhando até lá, bem devagar devido ao ferimento de Vinicius. Ryu começou a ouvir barulhos, eram zumbido. Naquele momento, sentiu algo e olhou para trás. Abriu a boca com sinal de espanto e gritou:

-Nossa quanto bicho, é enxame! Corram

-Não dá tempo. Mesmo se carregarmos Vinicius!- Respondeu Rockstar.

-Sem problema gente! Vão na frente!

-Ah tá! E vamos deixar você, para virar comida de inseto, sem essa- Ryu desembainhou a – Vamos a luta!

-É assim que se fala- Rockstar fez o mesmo gesto- Vinicius fica atrás de nós- Você será os nosso olhos na costa. E nos guiará até o saída, ok!

-Sim- Respondendo com careta de dor.

O enxame de insetos era muitos extenso. Havia por ar uma fumaça de chon e por terra uma pequena “lago” de fabre, se amontoando uma em cima da outra! Com certeza aquele ambiente hostil, proporcionou muita fome naqueles asquerosos insetos. Ryu e Rock se olharam sabia que a única forma era lutar até o fim. Pareciam que ambos estavam preparados, pois beberam a poção que aumentava o ritmo e velocidade de ataque.

-Ryu não podemos deixar os insetos passarem por nos, entende! Ao mesmo tempo, temos que ir nos retirando até a luz!

-Ok, pode deixar comigo! Tá tudo bem agora!- Na verdade Ryu sentia que não estava nada bem!

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morty Magnum
Agente Esmero
Agente Esmero
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 730
Idade : 21
Localização : Juno
Data de inscrição : 03/01/2010

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 09 Jun 2010, 1:09 pm

Muito bom! Foi legal ter botado o Rock e o Vinicius na fic tbm!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 09 Jun 2010, 2:44 pm

lw morty por ter lido! Vai ter muito mais persongens nele! Aguarde e confie!

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rockstar
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 361
Idade : 24
Localização : Porto Alegre
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 09 Jun 2010, 8:52 pm

Nossa essa fic esta se superando!
Parabns Ryu sua historia será conhecida por todos um dia!!!

Mto Obrigado por me incluir na fic, me sinto honrado e privilegiado.

Ah ja aproveitando o post:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Dom 20 Jun 2010, 8:47 am

Prólogo

Ryu, Rock e Vinicius. Havia caído em buraco do teste de espadachim e agora estavam cercados por insetos e havia uma saída logo na frente deles. Será que eles escapariam dessa?

Capitulo 5 – O primeiro passo do Espadachim – Parte final.


Ryu deu o primeiro golpe em um chon-chon que logo em seguida cravou a espada em um fabre que estava quase aos seus pés. E Rockstar dava golpes rápidos da direita para esquerda e vice-versa, como se os bichos fossem capim. Mas a cada investida mais bicho aparecia e tentar dar um passo para trás, era uma tarefa árdua.
Os dois meninos estavam lutando com dificuldades até que o primeiro Chon Chon ultrapassou a defesa de Rock e Ryu. Mas Vinicius acertou um golpe no inseto, que deu seu ultimo gemido.

-Se não fosse eu, hein! Vocês não dão conta, hein!Errg... Ai!- Vinicius ajoelha no chão.

-Nossa, o ferimento dele abriu mais ainda, poxa temos que ser mais fortes e rápidos!-Gritou Rock para Ryu.
O garoto suspirou e olhou mais uma vez para frente, parecia que estava olhando em câmera lenta, os insetos ultrapassarem eles e rock mexendo a boca. Ryu fechou os olhos, suspirou posicionando espada com a lamina para baixou e pôs a mão no bolso retirou o fruto, jogou para Vinicius.

-Come logo, que eu dou conta do resto! – Apenas falou com uma voz séria e desanimada.

-Que merda, você tinha uma destas e nem falou nada, mas que porr... - Mas Rock, viu que o amigo saiu correndo em direção aos inúmeros insetos, sem se preocupar o que ia acontecer.

Enquanto o fruto de yggdrasil estralava na boca de Vinicius que até sua palidez havia sumido. Ryu investia cegamente, com golpes cada vez mais rápido contra o vários bicho que os rodeava. Mais parecia uma dança, em que o menino dava espadadas para cima e para baixo, da direita para esquerda, em ambas direções, era impressionantes os movimentos dele. Apesar de serem fortes as investidas, não eram precisas e muitos fabres estavam escalando sua pernas e chon-chon atacando por cima. A garoto parou um momento e lembrou-se daquele golpe do mestre, aquela explosão e pensou que se tivesse aquele golpe seria muito bom, mas algo dentro dele explodiu e dizendo para tentar também, aquele magnífico golpe. Ele pegou sua espada concentrou e cravou ela no chão com todo sua força.

-Im ...pacto... ...Explosivo!!- Uma pequena explosão de fogo saiu de sua espada, não era igual ao do Belzebuul, mas o suficiente para matar o enxame que estava o encobrindo o seu corpo, tanto por cima quanto por baixo.

Ryu se sentiu zonzo e cansado, e ajoelhou no chão. Sabia que se ainda tivesse o fruto de Ygg, poderia comer e sair correndo. Mas de repente Rock e Vinicius aparecem, cada um fica do lado de Ryu, pegando o se braço e apoiando nos ombros, em torno de seus pescoço. E seguem em frente, enquanto os bichos tinha sido contido.

-Nossa Ryu! Que golpe louco!- Disse rock- Como fez aquilo!
O garoto estava muito cansado para responder, a verdade era que Ryu não sabia o nome do golpe do mestre havia falado e no improviso inventou aquela palavra final do golpe. E finalmente chegam à saída .

Havia ainda os obstáculos, mas os meninos determinado seguiram em frente, Ryu estava bem ofegante por causa do golpe e não desistia. Seu amigo o puxavam para frente, ora o empurrava. Até que chegaram à instrutora Mae.

- Parabéns! Agora vocês podem falar com o Mestre Espadachim, para virarem espadachim! ^^
Os meninos pararam em frente ao senhor Espadachim e este disse para eles:

-Apesar de vocês serem os últimos, fizeram a prova tempo, apenas recomendo vocês serem mais ágil como guerreiros, às vezes as pessoas dependem de nós. Tomem seus equipamentos de espadachim.

Vinicius ia explicar o motivo para o Senhor, mas Rock fez sinal de não com a cabeça. Mas repararam que Ryu não estava mais com ele.O garoto grande e loiro estava rindo com seus amigos mais bobos ainda, era o mesmo que havia empurrado Vinicius no buraco.

-Viu falei que ia chegar primeiro, custe o que custar! Hahaha! Bati em um monte de gent... Huuumgg....- O garoto tomba no chão.

Ryu havia saído correndo, deixando suas coisas no chão. Em estado de raiva, ele tinha esquecido que estava cansado e partiu com uma voadora com os pés diretamente na cabeça do garoto loiro. E em pé encarando o menino deitado.

-Faz de novo, essa merda com outros na minha frente! Que juro que você vai apanhar que nem um poring!
Todos ficaram quietos e pararam de rir. O menino loiro sentiu medo e aquela pesada havia o deixado o tonto, além da dor. Vinicius e Rock, pegaram as coisas de Ryu e levaram para ele.

-Cara o que deu em você! De onde tirou tanta força?- Perguntou Vinicius.

-Sei lá! Só sei que fiquei com tanta raiva! Que só enxerguei ele na minha frente!-respondeu Ryu.

-Tudo bem, mas como sempre diz meu pai “pense antes de agi, não faça as coisas de cabeça quente”, é que ele sempre diz! –Advertiu Rock- Mas vamos indo nessa, amigos! E parabéns para todos nós.

-É parabéns também!
O meninos estavam feliz com o teste de espadachim e muito mais com a vingança de Ryu, nem percebendo que alguém se aproximava deles.

-Ryu vejo que passou no teste.
Os meninos olham para O velho imponente com sua longa barba.

-Cadê o fruto, Ryu?

-Eu ... Eu ... Tive .. Que usar – Disse Ryu com um olhar cabisbaixo.

-Usou!?!? Humm.. Porque?- Perguntou o velho.

-Eu usei!- Respondeu Vinicius- Ele me deu o fruto, pois estava muito machucado lá dentro, senhor.

-Humm! Mas eu disse para você trazer para mim o fruto intacto!

-É mas não deu, tive que usar! Desculpa, Belzebuul- O menino não conseguia encarar o velho nos olhos.

-Eu falei que teste era trazer ele intacto, então...- Suspirou- E trouxe ele intacto, com alguém! Seu amigo esta bem e vivo, isso que dizer que teve utilidade o fruto!

Sendo assim você. Passou no meu teste, a partir de agora é meu discípulo!

Ryu salta de alegria, e começar a berrar e rir alto, deixando seu amigos olhando um para o outro, não entendo o motivo da alegria.

-Ryu como falei tenho que ir, meu pai me espera!- Falou Rockstar, o menino de cabelo azul.

-Ok, Rock e Vini, até a próxima amigos!

-Até Ryu! Quem sabe nos encontremos novamente!

-É quem sabe! Mas tomará que seja em algum lugar mais seguro, não quero me arriscar tanto, hehehe!

Os jovens espadachim se abraçaram e acenaram um para outro e cada um tomou o seu rumo.Quem sabe um dia eles se encontram novamente...

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rockstar
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 361
Idade : 24
Localização : Porto Alegre
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Dom 20 Jun 2010, 10:54 am

Valew Ryu Adorei a fic! Ainda bem que se encontramos novamente =) e tamos aki neh? hehehe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Sex 16 Jul 2010, 3:59 am

Prelúdio

Após Ryu e seus amigos terem passado no teste de espadachim, o garoto e seu Mestre, Belzebuul. Seguiram rumo a Prontera.

Capitulo 6 – Aventuras em Prontera- parte I


Lá estavam eles em Prontera, a capital de Rune Midgard, a cidade estava lotada de vendedores e compradores, o movimento era intenso. Ryu havia ido a Prontera poucas vezes, apesar de Payon ser movimentada por comércio crescente, nada se comparava a aquele lugar onde estavam.

-Ei! Moleque!- Falou Belzebuul para o garoto- Vou descansar na hospedaria, vou te dar dinheiro, quero que compre armas e armaduras, e muitos suprimentos para o treino, lembre-se que meu treinamento, não é fácil!

Ryu reparou que o velho não dormia, porque acordava várias vezes no meio da noite, pois era difícil para o menino dormi ao relento da floresta, perto das cidades para onde eles rumavam. E outra sempre acordava cedo e velho, já estava pronto para partir.

- Esta tudo, bem velhote. Sei que na sua idade é difícil, dormir- Conclui Ryu, sorrindo com os olhos fechados- Amanhã cedo, nós partiremos, né?

-Ah moleque, cada dia esta ficando mais atrevido! Só eu sei quando partiremos!- Advertiu o velho- E tome o dinheiro.

-Nossa cada dia mais rabugento e nossaaaa...- O menino arregalou os olhos quando viu o que tinha dentro do saco- Quanta grana,você me deu!- o garoto estava espantado com a quantidade de ouro que o velho havia lhe dado- Dá para fugir e viver sozinho!

-Na verdade tem um milhões em barras de ouro, dinheiro com finalidade de treino e viver sozinho, coisa que duvido,você não agüentaria viver um dia a próprias custas.

-Quer apostar mais um milhão que vivo uma semana sem você?- Ryu havia se lembrado, que já tinha passado um mês com seu Tio e sua prima em Prontera, com a quantia de 200 mil dividida em três pessoas.

-A menino folgado, aposta algo que nem tem.Mas lhe dou mais 500 mil se sobreviver
durante três dias. Na verdade você não tem opção. Tenho que descansar na hospedaria e vou dormir durante três dias e três noites.

-Nossa! Tudo isso, esta com insônia?- Perguntou o menino fazendo careta.

- Não estou problemas para dormir e não é da sua conta isso, estou indo, se vira garoto e fique esperto com este dinheiro, guarde dinheiro para comida e para descansar, pois se não, vai ter que caçar e dormir ao relento.- O velho sumiu na multidão, para seu longo repouso.

-Estranho o cara dormir tanto, que esquentadinho! Mas eu tenho um milhão, vou comprar coisas hiper legais.

O garoto visitou cada loja de Prontera, observando cada item, armas e equipamentos interessante, mas com valores alto. Por mais que tivesse aquela grande quantidade de dinheiro. As coisas estavam caras, como diziam seu tio, as coisas estavam cada vez mais difícil, Ryu se lembrava de suas palavras a respeito de uma droga e pessoas alienadas que trabalhava arduamente em troca para sustentar seu vícios, além de contribuir para seu cruel fornecedor ficar cada vez mais rico. Quando de repente, Ryu nota alguém lhe chamando.

-Hei menino! Esta a fim de equipamentos super interessante, da uma olhada aqui- Disse um homem baixinho e gordo com um bigode bem cuidado.

-humm, me deixa dar uma olhada...é... Deixa-me ver. Hei porque esta capa custa trezentos mil, é apenas uma capa velha?

-Ora menino! Observe bem, esta capa é mágica, veja a carta que carrega.

O garoto pegou a capa e olhou para a carta embutida nela e perguntou. Levantou uma sombracelha e fez uma careta.

-Mas o que isso quer dizer?

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rockstar
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 361
Idade : 24
Localização : Porto Alegre
Data de inscrição : 06/09/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Sex 16 Jul 2010, 11:50 am

Opa kero a parte II, esse homem é suspeito o.õ será que Ryu vai cair numa furada? Posta a II ai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morty Magnum
Agente Esmero
Agente Esmero
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 730
Idade : 21
Localização : Juno
Data de inscrição : 03/01/2010

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Sex 16 Jul 2010, 1:33 pm

Muleque atrevido! O mestre devia usar o estatuto do idoso contra vc. kkkkk

Gogo! Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Sex 16 Jul 2010, 4:05 pm

eai galera! Hoje vou ver se posto a parte II

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
VGS
Membro recruta
Membro recruta
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 222
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/03/2010

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Seg 19 Jul 2010, 12:55 am

Eae ryu vlw por me incluir na fic ela ta ficando cada vez melhor qdo sai o proximo capitulo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 21 Jul 2010, 11:45 am

Prelúdio

Ryu e seu mestre estão em Prontera, o garoto recebe de seu mestre uma quantia significante para comprar armas, equipamentos e suprimentos. Mas neste exato momento um comerciante o chama atenção.

Capitulo 6 – Aventuras em Prontera – parte II

Lá estava encostado em um poste, um homem baixinho e gordinho de bigodes bem cuidados. Estava suando e suas bochechas estavam vermelhas. Na sua frente estava um carrinho com vários itens e suprimentos. Desde morangos, uvas, poções á capuzes, elmos e outros.

-O que foi? O que você quer?- Indagou o Menino.

- Eai você já ouviu falar da capa mágica?- Falou o pequeno comerciante com sorriso.

-Capa mágica? Não... - Ryu ficou pensativo, coçando o queixo-... O que tem ela pra ser “mágica”?

-Ela te deixa invisível! Tipo a técnica dos temíveis Mercenários. Já ouviu falar deles, garoto?- Vendo que o menino não sabia, pois ele fez um sinal de negativo com a cabeça. -

Então eles são assassino rápidos e furtivo. Eles fazem o seu serviço sem ser notado por ninguém, mas imagina você podendo usar essa habilidade para outra finalidade, tipo um combate!

O garoto pensou em sua cabeça em uma luta imaginaria com Belzebuul, seu treino com o velho havia começado com apenas o básico movimentos simples, focando na velocidade em conjunto com precisão, mas nunca acertava o velho, pelo contrario era sempre acertado. Agora com a capa seria diferente, poderia desaparecer na frente do mestre e pega-lo de surpresa.

-Quanto é capa, senhor?- Perguntou o garoto interessado.

-Apenas quatrocentos mil Zenys. Só isso? – Respondeu o mercador com os olhos fechados.

O garoto desconfiou do preço. Imaginaria que custaria olho da cara, aquele preço era quase a metade de seu dinheiro. Era aquele ditado: esmola demais, os anjos desconfiam.

-Me de uma demonstração desta capa, meu senhor. E eu compro de você. ok?

-Ó menino, me ofende sua desconfiança sobre minha palavra! Mas tudo bem terá seu teste para provar que não estou mentindo.

O comerciante pegou a capa e sacudiu para frente como se fosse um pano de mesa, logo em vestiu o capuz e para o espanto do garoto, ele desaparecera na sua frente. O que lhe deixou de queixo caído.

-Viu garoto. A maravilhosa capa da invisibilidade. - E como se fosse uma mágico o homem pega algumas uvas e maças, começa a fazer malabarismo com elas sem aparecer o que chamou a atenção de todo em volta.- Como pode ver, alias, não ver. Ela realmente funciona, abracadabra!- E aparece e se curva para o garoto com as frutas na mão. Como se fosse um passe de mágica de um circo. Todos que estavam junto aplaudiram o show do homem

-Impressionante! Eu compro do senhor.Toma o dinheiro - O garoto separou o dinheiro.

-Tome a capa menino. Mas não a vista agora, tem muita gente olhando! E vão saber que você esta invisível, que graça tem isso?

-É verdade, você tem razão- O menino reparou que havia uma pequena platéia, esperando mais truque do comerciante.

-E além do mais, vou ser sincero com você, pois gostei de você garoto. Esta capa só tem um ponto fraco. A magia revelação e chama reveladora, fazem você aparecer de volta!

Mas isso é de menos, se você for esperto, as pessoas nunca vão imaginar que é você.

O Garoto estava tão impressionado com a capa e com as finalidades dela, que nem deu muita importância para os conselhos do comerciante.

-Obrigado, senhor. E agora vou aos negócios.

-Adeus menino e volte sempre.- Fazendo tchau, com o seu olhar malicioso.

O Menino saiu pela cidade, observando algum canto onde não havia pessoas. Isso era algo difícil em Prontera. Mas até que encontrou um beco sem saída, onde havia apenas um mendigo. E pensou quem vai acreditar em um mendigo, ainda mais que estava bêbado. O menino foi até o fim do beco, perto do mendigo. Percebendo que o pobre homem virou a cabeça para sua direção e disse:

-Me da um k, por favor!- Aquilo era comum para linguajar popular, queria dizer “pode me dar mil Zenys”.

Ryu em sua gentileza deu para o senhor a quantia de dinheiro em sua mão. O velho sorriu e começou a cantarola, mexendo a cabeça para um lado e para o outro como se fosse uma cobra hipnotizada. Ryu querendo impressionar o mendigo vestiu a capa da invisibilidade que havia comprado e perguntou para o distraído mendigo que estava todo feliz com seu dinheiro.

-Ei senhor. Você esta me enxergando?

-Você é incrível garoto! Não estou te enxergando. Você é algum anjo?
O garoto se sentiu todo poderoso, usando a habilidade de um mestre da sombra. E ficando invisível aos olhos das pessoas. Apesar de notar, que seu corpo ainda era visto por seus próprios olhos. E saiu no meio da multidão. Não ouvindo as ultimas palavras do velho mendigo.

- Ei garoto você é muito gente boa. Sabe a vida não é fácil para mim, pois sou cego. Hei garoto, você ainda está ai?



_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morty Magnum
Agente Esmero
Agente Esmero
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 730
Idade : 21
Localização : Juno
Data de inscrição : 03/01/2010

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qui 22 Jul 2010, 7:02 am

Ai meu...
O que o Ryu vai aprontar agora? Com essa capa falsa?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A saga do jovem dragão   Qua 28 Jul 2010, 3:49 am

Préludio

Ryu havia acabado de comprar uma capa, que um mercador tinha dito que havia poderes mágicos naquela peça de roupa, era o poder da invisibilidade. O menino acreditou e saiu á rua, para se divertir, com o seu suposto novo poder.

Capitulo 6 – Aventuras em Prontera- Parte III.

E garoto saiu andando no meio da multidão, se sentia um espírito, pois ninguém havia reparado em sua presença. Ryu sorriu desta nova habilidade, imaginava enfrentando inimigos fortes com aquela capa, um momento iria desaparecer e outro esta atrás para golpear sua vitima. Mas Ryu pensou, “pare de sonhar, vamos à ação”.

E assim foi á sua primeira arte, imaginou em fazer algo bem engraçado, quando de repente, reparou que havia uma aprendizinha olhando itens que estavam no chão perto do mercador que as vendia, ela estava olhando para baixo, que nesta postura estava arqueada com a cabeça pra frente, mãos no joelho e bumbum arrebitado para trás. O garoto não pensou duas vezes e resolveu fazer aquelas artes que Rika o odiaria, mas e daí, sua prima não estava lá para ver mesmo. Ryu foi chegando perto de sua desatenta vitima, abriu a palma da mão e em golpe rápido acertou um tapa na bundinha da pobre menina.

-AAAIIIII!!!! -O que fez ela berrar e ele fazer uma cara de pervertido. Há como era bom ser invisível... - O que foi isso menino, seu pervertido!?- E por instinto revida com forte tapão no rosto.

Espera ai ela me acertou, alias ela me viu?Como? Este era os pensamentos que estava na cabeça do Ryu, que nem estava ouvindo o que a menina estava reclamando em sua cabeça. Foi trapaceando, havia caído no papo de um mercador pilantra, Ryu sentiu raiva e vergonha por ser tão ingênuo e resolveu ir atrás do mercador, mas a menina havia lhe agarrado o braço e dito:

- Hei você, pensa que vai sair desta ileso, não senhor! Guardas, Guardas este menino abusado passou a mão em mim!!!- Gritou a menina, chamando atenção da rua inteira.

-É me desculpe, por ter feito isso... É que pensei que estava invisível... Aproveitei para fazer uma arte e sua bundinha era um alvo bom... Quero dizer... Não era alvo bom... Não que ela não seja boa.... ops.- Falou Ryu cada vez mais nervoso com situação.

-Oras seu pervertido- Respondeu a menina com sua bochechas cada vez mais vermelha-Que vergonha ouvir isso!- Ela largou o braço do jovem espadachim e cobriu os rosto.

Ryu não perdeu tempo e saiu correndo em direção onde havia comprado falsa capa mágica, mas para seu azar, não havia encontrado mais ninguém. Seria o mercador um ilusionista e não a capa. Ryu estava desesperado, havia perdido quase a metade do dinheiro total , ele teria que poupar. Mas logo em frente ele viu um ferreiro fazendo espadas, soqueiras, lanças, enfim diversas armas, que retirava os metais incandescentes, que saiam de sua mini fornalha e martelava em sua bigorna, neste momento ele reparou no garoto que observava atentamente.

-Ola garoto, sou Otto Forger, um dos melhores ferreiros de Midgard! Quer olhar minhas armas?- Perguntou o ferreiro, passando um lenço na cabeça.

-Obrigado senhor, mas acabei de ser enganado e perdi parte dos meus Zenys. – Respondeu o deprimido garoto. - Perai você é Otto Forger, um dos melhores ferreiros, já ouvi falar.

-É sou eu mesmo, prazer. Mas o que você disse antes, sei como é, garoto! Vendedores inescrupulosos vivem em Prontera passando a perna em novatos ou desatento aventureiros. Vendem laço vermelho dizendo que é laço de noivas. Armaduras sem compartimento para colocar carta no meio do outras armaduras com cartas. Alem de fixarem um preço nas placas de vendas em frente o carrinho com preço diferente do normal, só para fazer as pessoas olharem seu produtos que pareciam estar mais baratos que os outros, porem na verdade é até mais caro. É a vida. - E voltou a martelar a sua arma na bigorna.

-É... Agora eu tô sem arma, vou comprar uma comum mesmo.

-Hei espere, vou lhe dar uma pequena ajuda, vou te vender esta katana fortíssima, ela é muito afiada e resistente. Por apenas cem mil Zenys! Tudo bem! Sei como é difícil começar com armas boas! Mas esta eu garanto que esta ótima para você, ok.

-Tá legal, eu compro!- Ryu havia ficado animado, por ele ser o melhor a arma custaria bem mais- Que legal- Pegou a espada e começou a treinar cortando o ar. - Muito boa mesmo, senhor Otto.Obrigado.

-De nada, agora tome cuidado, seja mais atencioso e bom treino!

E jovem espadachim saiu andando, olhando para sua nova espada e admirando ela. Era bem afiada e parecia realmente bem resistente. Ele foi diretamente ao campo de treinamento ao sul, a antiga guilda de espadachim Prontera, agora transferida para Izlude. Ryu olhou para o boneco e começou mirar golpe sem acerta o boneco com espada, não queria estragar o fio da espada. Quando de repente ouve uma voz atrás dele.

-Ola, garoto. Há tempos estamos lhe procurando. - Disse uma voz rouca vinda de um homem encapuzado, com uma espécie de sobretudo.

Junto a ele havia um cavaleiro de cabelo verde e mercenário encapuzado também com olhar frio.

-Estávamos lhe procurando garoto. Você deve ser bem forte, não é, Ryu?

-E como sabem meu nome? E porque me diz isso?- Estranhou o garoto.

-Em primeiro lugar meu amigo mercenário fez uma pesquisa para saber seu nome e segundo lugar sinto sua áurea. Venha garoto junte-se a nós, somos fortes, a tempo venho juntando pessoas como nós, diferentes das comuns, pois somos superiores a esta ralé. - Disse o homem misterioso, erguendo a mão para Ryu.-

-Não sei o que esta falando meu senhor? Sou apenas um espadachim e nem sei que são vocês.

- Quem somos! Somos híbridos, somos melhores que os humanos e inferiores aos nosso pais! Mas isso não nos faz meramente fracos, unidos somos fortes! Nos somos os Dragões Decadentes, somos um grupo formado por filhos de dragões. Agora vamos sair logo daqui, antes que chamemos atenção, garoto!

- Não posso já tenho um mestre que vai me treinar. E outra pra que vocês vão me querer sou apenas um humano.

O homem encapuzado começou a rir, e seu comparsa continuaram serio, até que o cavaleiro perdeu a paciência e resolveu sacar sua espada contra o garoto.

-Não acredito que este garoto idiota, seja descendente dele. Há, se prepara garoto. - Gritou o cavaleiro. E partiu para cima dele sem piedade.

O garoto rapidamente saca sua espada e apara o golpe do cavaleiro, rapidamente o empurra para trás. Mas o cavaleiro é persistente e começa uma seqüência de golpes rápidos contra Ryu, mas o garoto parecia saber de onde viria os golpes, sem dizer que o golpes não tinha tanta força. O que deixou o cavaleiro transtornado.

-Viu Tasken, é garoto sim. - Respondeu o homem misterioso- Quem mais agüentaria seu golpes. A menos que esteja ficando fraco, cavaleiro.

- Ora garoto idiota, Impacto de Tyr!- E jogou o menino para trás.

-Vamos logo, termine o serviço! Apaga ele para irmos embora!- Disse o mercenário com uma voz calma que mais parecia uma cobra sibilando.

-Não afaste-se de mim!- Gritou o garoto- Socorro! Socorro!

-Cala boca moleque, para de gritar- O cavaleiro viu que sua missão poderia dar errado se ele chamasse atenção das pessoas, sabia que a guarda poderia ouvir, ou pior o mestre do garoto podia suspeitar deles.

O cavaleiro guardou espada e foi em direção do garoto que estava caído sentado no chão, apavorado de medo. Mas quando preparavasse para dar um soco no garoto ouviu uma voz.

-Hei para ai seus covardes- Era um noviço de cabelos enrolado usando um chapéu de bogun- Não tem vergonha de espancar um pobre espadachim, se preparem para agüentar meu punhos divinos. Garoto, você agora esta a salvo!

O homem encapuzado riu, achou aquilo interessante.

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morty Magnum
Agente Esmero
Agente Esmero
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 730
Idade : 21
Localização : Juno
Data de inscrição : 03/01/2010

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qua 28 Jul 2010, 6:31 pm

Hehe, ta muito legal. To achando até melhor que as minhas! Imagina se prontera fosse arena pvp? não exisitiriam mais lojas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lorde Ryu
Membro Veterano
Membro Veterano
avatar

Número de Mensagens : 497
Idade : 36
Data de inscrição : 03/06/2009

MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   Qui 29 Jul 2010, 12:47 pm

Morty Magnum escreveu:
Hehe, ta muito legal. To achando até melhor que as minhas! Imagina se prontera fosse arena pvp? não exisitiriam mais lojas...

Que isso as suas fics são épicas! Vou explicar o mais na procima fic sobre as " brigas de ruas" são proibidas por decreto!

é isso ai pisist! Aguarde e confie...

_________________
Clique na assinatura e leia minha fanfic : :
Lorde Ryu e os Dragões Decadentes- A lenda do Jovem dragão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Lorde Ryu Yoshinaga -Dragões Decadentes - A Lenda do Jovem Dragão `.´
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Role Play :: Fanfics :: Fanfics Lorde Ryu-
Ir para: